19 de março de 2017 Owen Wright - Campeão do Wuiksilver Pro Gold Coast Australia 2017 - World Surf League - Ranking - Campeão - Etapa - WCT - Circuito Mundial de Surf

ELE VOLTOU! Owen Wright Vence a 1ª Etapa do Circuito Mundial de Surf de 2017

Depois de pouco mais de um ano, quando quase perdeu a vida em uma vaca em Pipeline enquanto ainda disputava o título mundial de 2015, diagnosticado com uma grave concussão na cabeça, o australiano Owen Wright retorna à elite em grande estilo e vence em casa a primeira etapa do Circuito Mundial de Surf de 2017.

Owen Wright - Campeão do Quiksilver Pro Gold Coast Australia do Circuito Mundial de Surf de 2017 da World Surf League
Owen Wright comemorando o título do Quiksilver Pro Gold Coast Austrália 2017.

A primeira etapa do Circuito Mundial de Surf de 2017 da World Surf League (WSL) ocorreu nas direitas perfeitas de Snapper Rocks, Austrália, entre os dias 15 e 19 de março. As condições do mar variaram durante os dias entre ondas perfeitas e tubulares e ondas balançadas pelo vento, mas mesmo assim os melhores surfistas do mundo deram show de surf.

A final do Quiksilver Pro Gold Coast Austrália 2017 levou a galera na areia ao delírio, pois foi protagonizada por dois australianos, Matt Wilkinson e Owen Wright , ambos patrocinados pela Rip Curl. Owen Wright venceu a final somando 14.66 contra 13.50 de Matt Wilkinson.

“No início de fevereiro, eu estava sentado no consultório do médico e cheio de pontos de interrogação para esse ano, então estar aqui agora é quase inacreditável”, contou Owen Wright. “Eu enfrentei todo medo de voltar a viver isso. Foram muitos medos durante muito tempo que eu precisei superar para voltar para o esporte, voltar a fazer o que quase me foi tirado e poderia ter tirado para sempre. Eu continuei acreditando, lutando, e estou muito contente por poder continuar fazendo isso. Certamente não conseguiria sem o apoio dos meus amigos e familiares, mas é isto o que eu amo, o que eu adoro fazer”. 

[kad_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=G2n_MjlQOx4″ width=744 height=518 ]

 

O Desempenho dos Brasileiros

A maioria dos brasileiros fez bonito nesta primeira etapa do Circuito Mundial de Surf de 2017. Gabriel Medina foi eliminado pelo campeão da etapa Owen Wright nas seminifinais. O australiano apresentou um surf muito mais seguro e consistente que o brasileiro.

Ítalo Ferreira caiu na fase anterior, quartas-de-finais, para o atual campeão mundial John John Florence.

Adriano de Souza conseguiu chegar até o Round 5, quando perdeu para Joel Parkinson, local de Snapper Rocks e muito embalado pela torcida, que fez duas notas na casa do excelente (maior que 8.0).

Os brasileiros que chegaram até o Round 3 foram: Jadson André, Miguel Pupo, Caio Ibelli e Ian Gouveia. Neste Round, Ian Gouveia e Gabriel Medina fizeram uma bateria que levantou a galera na areia e quem acompanhava pelas telinhas. Gabriel Medina tirou uma nota 9.8 e outra nota 9.2, somando 19 pontos no total, e Ian Gouveia também fez bonito com uma onda 7.33 e outra 7.23, chegando a um somatório de 14.56 que seria suficiente para lhe garantir a classificação em quase todas as outras baterias deste round.

Lamentavelmente, Filipe Toledo estava irreconhecível nesta primeira etapa do WCT 2017, não classificou no Round 1 e caiu na repescagem do Round 2. Outro brasileiro que repetiu uma performance abaixo da esperada foi Wiggolly Dantas, que deu azar de enfrentar um brasileiro no Round 1, Gabriel Medina, e outro brasileiro no Round 2, Miguel Pupo, perdendo para ambos e sendo eliminado desta etapa.

Ítalo Ferreira no Quiksilver Pro Gold Coast Australia do Circuito Mundial de Surf de 2017 - World Surf League - Ranking - Campeão - Etapa - WCT
Ítalo Ferreira de(s)colando nota 10 dos juízes no Round 3 do Quiksilver Pro Gold Coast Austrália 2017.

[kad_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=RkUFQxwTwtc” width=744 height=518 ]

 

Curiosamente, Gabriel Medina eliminou o fenômeno Kelly Slater duas vezes nesta primeira etapa do Circuito Mundial de Surf de 2017. No Round 4 Gabriel Medina somou 15.76, enquanto Kelly Slater somou apenas 12.07, e o estado-unidense Conner Coffin apenas 11.17. O brasileiro encontrou com o 11 vezes campeão mundial novamente nas quartas-de-final, quando virou a bateria na última onda e ficou sabendo da sua classificação apenas no palanque, ao lado de Kelly Slater, que o parabenizou pela vitória.

Ranking do Circuito Mundial de Surf de 2017

1.o: Owen Wright (AUS) – 10.000 pontos

2.o: Matt Wilkinson (AUS) – 8.000

3.o: John John Florence (HAV) – 6.500

3.o: Gabriel Medina (BRA) – 6.500

5.o: Kelly Slater (EUA) – 5.200

5.o: Joel Parkinson (AUS) – 5.200

5.o: Italo Ferreira (BRA) – 5.200

5.o: Connor O´Leary (AUS) – 5.200

9.o: Jordy Smith (AFR) – 4.000

9.o: Kolohe Andino (EUA) – 4.000

9.o: Adriano de Souza (BRA) – 4.000

9.o: Conner Coffin (EUA) – 4.000

13: Julian Wilson (AUS) – 1.750

13: Sebastian Zietz (HAV) – 1.750

13: Caio Ibelli (BRA) – 1.750

13: Mick Fanning (AUS) – 1.750

13: Stuart Kennedy (AUS) – 1.750

13: Miguel Pupo (BRA) – 1.750

13: Jeremy Flores (FRA) – 1.750

13: Jadson André (BRA) – 1.750

13: Frederico Morais (PRT) – 1.750

13: Ian Gouveia (BRA) – 1.750

Outros brasileiros

25: Filipe Toledo (BRA) – 500

25: Wiggolly Dantas (BRA) – 500

Deixe uma resposta

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify Google Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Google Login to work

Specify Instagram Client ID in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Instagram Login to work

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
WhatsApp chat