15 de fevereiro de 2017 A Primeira Quilha em Pranchas de Surf - Guia Básico de Quilhas - A Ciência do Surf

A Ciência por Trás das Quilhas de Surf

A Raízes Surf apresenta o guia A Ciência por Trás das Quilhas de Surf com objetivo de ajudar surfistas a compreender melhor o funcionamento das quilhas e como elas podem influenciar sua performance dentro d’água.

O Guia está dividido em 5 partes:

  1. A História das Quilhas – quando surgiu o uso de quilhas em pranchas de surf e como se deu sua evolução.
  2. As Configurações de Quilhas –  as diferenças entre as configurações mais comuns: monoquilhas, biquilhas, triquilhas e quadriquilhas.
  3. As Medidas das Quilhas –  as principais medidas utilizadas para analisar o desempenho das quilhas: template, altura, área, base, inclinação e foil.
  4. O Posicionamento das Quilhas na Prancha de Surf – as influências dos alinhamentos das quilhas na hidrodinâmica da prancha.
  5. Materiais das Quilhas – os principais materiais utilizados e como influenciam no desempenho do surfista.

O surf é um esporte baseado na hidrodinâmica. Assim como as medidas e os modelos de pranchas, as quilhas também exercem enorme influência no desempenho dos surfistas. Elas regulam o fluxo e a pressão da água, dão velocidade e garantem maior controle da prancha.

Apesar das evidentes influências das quilhas nas performances de surf, ainda há muitos que menosprezam a importância deste equipamento, seja por falta de conhecimento ou por acharem que é uma preocupação apenas para os profissionais! Não são poucos os surfistas que se impressionam com a melhora na sua performance depois que começam a dar mais atenção às quilhas!

Nos dias de hoje, com o avanço das tecnologias, materiais e conhecimentos sobre a ciência do surf, muitos modelos de quilhas estão disponíveis no mercado, e compreender o seu funcionamento pode ser o ponto crucial para fazer seu surf evoluir consideravelmente. Sendo assim, a Raízes Surf elaborou este guia A Ciência por Trás das Quilhas de Surf para ajudar surfistas e escolher melhor seus equipamentos e, assim, melhorar suas performances dentro d’água. Esperamos que seja de bom proveito!

 

A História das Quilhas de Surf

As primeiras pranchas de surf utilizadas pelas tribos havaianas utilizavam pranchas muito extensas, com até 10 m de comprimento (como as Olos e as Alaias), de madeira maciça e sem quilhas, o que resultava em uma performance com linhas mais suaves, quase sempre retas com o bico apontado para a praia.

Olo Surfboard Prancha - A História das Quilhas - Raízes Surf, Praia de Boracéia, São Sebastião, Litoral Norte de São Paulo

Os primeiros surfistas que se arriscaram a realizar manobras e fazer curvas utilizavam as mãos ou os pés na água para ajudar. Na prática, estes movimentos tentavam reproduzir o que hoje fazem nossas quilhas, controlar o fluxo, a velocidade e a pressão da água para dar direção à prancha.

A Primeira Quilha em Pranchas de Surf

A primeira tentativa da história em utilizar uma quilha em uma prancha de surf ocorreu somente em 1935, quando Tom Blake, uma lenda do surf californiano, inventor da Hollow Surfboard, encontrou um barco abandonado na beira da praia de Waikiki, no Hawaii, retirou sua quilha e fixou-a à sua prancha. Esta primeira quilha era feita de metal e tinha aproximadamente 30 cm de comprimento por 10 cm de altura. Os primeiros resultados no controle da prancha foram surpreendentes! Apesar da grande evolução que Tom Blake promoveu, o uso de quilhas em pranchas de surf demorou mais de 10 anos para começar a se tornar popular.

A Primeira Quilha em Pranchas de Surf - Guia Básico de Quilhas - A Ciência do Surf

Nos anos 40, Bob Simmons, outra lenda da história do surf, considerado o pai do surf moderno, realizou diversos testes com designs, materiais,  configurações, quilhas, entre outros que, além de reduzir o peso das pranchas de surf, aprimoraram muito seu desempenho. Foi ele quem criou o primeiro sistema multifins em pranchas de surf, as chamadas biquilhas.

Outro surfista que ajudou a popularizar o uso de quilhas em pranchas de surf na mesma época foi George Greenough, criando quilhas menores e mais flexíveis utilizando como molde o rabo de um atum! Os primeiros testes de Greenough foram em uma kneeboard, surfadas de joelho, mas os resultados foram tão bons que elas logo apareceram  em pranchas de surf.

A consagração das biquilhas veio de fato com o australiano Mark Richards, que venceu 4 títulos mundiais de surf consecutivos entre 1979 e 1982.

À partir de então, com a popularização do surf, diversos shapers e surfistas promoveram diferentes inovações, com destaque para as triquilhas do australiano Simon Anderson, que deram maior controle e pressão nas manobras, tornando este sistema o mais popular até os dias atuais.

Deixe uma resposta

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify Google Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Google Login to work

Specify Instagram App ID and Instagram App Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Instagram Login to work

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
WhatsApp chat